Canal 2.1

 

Governador extinguiu secretarias extraordinárias, uniu SPF e Seinfra, e colocou o vice na Casa Civil

O governador do Amazonas, Wilson Lima, iniciou os movimentos de reforma administrativa. Ele já decidiu que vai extinguir as cinco secretarias extraordinárias; a secretaria de Política Fundiária (SPF) vai ser incorporada pela Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) e a Secretaria de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti) vai incorporar a Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico (AADES).

“Estamos otimizando a máquina pública estadual; com isso reduzindo custos e buscando aprimorar serviços”, disse o governador.

Wilson Lima também decidiu fazer a troca de alguns secretários de Estado, entre eles do vice-governador, Carlos Almeida, que deixa a Secretaria de Saúde e passa a ser o chefe da Casa Civil.

Leandro Benevides, que estava na Casa Civil, assume o Escritório da Representação do Amazonas em São Paulo e o doutor em saúde pública pela Fiocruz, Rodrigo Tobias, assume a Susam.

“Saúde é prioridade neste governo, tanto que, ao chegar, coloquei a segunda pessoa mais importante da administração para assumir a função de secretário de saúde. Carlos Almeida cumpriu um papel fundamental e, agora, vem pra junto de mim para ajudar a fazer as mudanças necessárias e estruturais em todas as outras pastas”.

Os secretários extraordinários Marcelo Alex e Luís Mario Bonates foram exonerados, da mesma forma que a secretária Keit Maciel. O presidente da AADES, Mike Ezequias dos Santos, também deixa a equipe de governo.

“As outras mudanças são necessárias por conta da extinção das secretarias extraordinárias e a incorporação da SPF pela Seinfra e da AADES pela Seplancti. Estamos preparando e melhorando a estrutura do governo para tornar a administração mais eficiente e mais forte”.

Comentários